Como foi inventada a internet?

21 jan

Podemos dividir a história da humanidade em três importantes eras: agrícola, industrial e digital. Na era digital a sociedade tem recebido o nome de “sociedade da informação”, aquela cuja cultura e economia dependem essencialmente da tecnologia, da comunicação e da informação. Em tese, todos participam de alguma maneira da interação, compartilhando o conhecimento com base nas informações que possuem.

Através da convergência tecnológica, o processo de troca de comunicação é muito facilitado. Hoje podemos processar informações variadas em uma só forma: a forma digital. Diferentes aparelhos são multifuncionais, fazendo uso somente de um pequeno chip. Através de celulares, por exemplo, acessamos a Internet, ouvimos rádio e músicas em formato mp3, enviamos e-mails, fotos, vídeos e mensagens curtas de texto (SMS), entre tantas outras funções.

A rede mundial de computadores, ou Internet, surgiu em plena Guerra Fria. Criada com objetivos militares seria uma das formas das forças armadas norte-americanas de manter as comunicações em caso de ataques inimigos que destruíssem os meios convencionais de telecomunicações. Nas décadas de 1970 e 1980, além de ser utilizada para fins militares, a Internet também foi um importante meio de comunicação acadêmico. Estudantes e professores universitários, principalmente dos EUA, trocavam ideias, mensagens e descobertas pelas linhas da rede mundial.

A ARPANET – primeira versão da internet – funcionava através de um sistema conhecido como chaveamento de pacotes, que é um sistema de transmissão de dados em rede de computadores no qual as informações são divididas em pequenos pacotes. O ataque soviético nunca veio, mas o que o Departamento de Defesa dos EUA não sabia era que estavam dando início ao maior fenômeno midiático do século 20, o único meio de comunicação que em apenas quatro anos conseguiria atingir cerca de 50 milhões de pessoas.

Protocolos de comunicação

Para que a difusão de dados entre diferentes redes fosse possível, era necessário que todos os computadores conectados estivessem “falando a mesma língua”. Assim, nascia o Network Control Protocol, um conjunto de regras e procedimentos que tinha como objetivo padronizar a maneira como a comunicação eletrônica é desempenhada.

Mais tarde, o NCP seria substituído pelo mais sofisticado TCP, que tinha a vantagem de garantir que tudo o que fosse transmitido chegasse por completo ao destino, mesmo que houvesse quebras no meio do caminho. A versão aprimorada deste protocolo, chamada TCP/IP, é a mesma utilizada até hoje.

O conjunto de redes gerenciadas pelo laboratório Cyclades, na França, também teve uma participação importante no desenvolvimento da rede global. Como o orçamento dessa instituição era mais limitado se comparado ao do DARPA, a equipe desenvolveu uma forma de permitir a comunicação direta entre um emissor e um receptor através da rede, mas com o mínimo de intervenção possível dos demais computadores. Nascia o conceito de roteadores.

Desenvolvimento da Internet 

Foi somente no ano de 1990 que a Internet começou a alcançar a população em geral. Neste ano, o engenheiro inglês Tim Bernes-Lee desenvolveu a World Wide Web, possibilitando a utilização de uma interface gráfica e a criação de sites mais dinâmicos e visualmente interessantes. A partir deste momento, a Internet cresceu em ritmo acelerado. Muitos dizem, que foi a maior criação tecnológica, depois da televisão na década de 1950.

A década de 1990 tornou-se a era de expansão da Internet. Para facilitar a navegação pela Internet, surgiram vários navegadores (browsers) como, por exemplo, o Internet Explorer da Microsoft e o Netscape Navigator. O surgimento acelerado de provedores de acesso e portais de serviços online contribuíram para este crescimento. A Internet passou a ser utilizada por vários segmentos sociais. Os estudantes passaram a buscas informações para pesquisas escolares, enquanto jovens utilizavam para a pura diversão em sites de games. As salas de chat tornaram-se pontos de encontro para um bate-papo virtual a qualquer momento. Desempregados iniciaram a busca de empregos através de sites de agências de empregos ou enviando currículos por e-mail. As empresas descobriram na Internet um excelente caminho para melhorar seus lucros e as vendas online dispararam, transformando a Internet em verdadeiros shoppings centers virtuais.

Nos dias atuais, é impossível pensar no mundo sem a Internet. Ela tomou parte dos lares de pessoas do mundo todo. Estar conectado a rede mundial passou a ser uma necessidade de extrema importância. A Internet também está presente nas escolas, faculdades, empresas e diversos locais, possibilitando acesso às informações e notícias do mundo em apenas um click.

Você sabia?

Os browsers (navegadores de Internet) mais usados na atualidade são:

– Internet Explorer

– Firefox

– Ópera

– Google Chrome

Principais sistemas e aplicativos de Internet dos últimos anos:

– Segunda metade da década de 1990: ICQ (comunicador on line), Messenger (comunicador on line), Ebay (espécie de mercado virtal), Google (sistema de busca), Yahoo! (sistema de busca), Napster (troca de músicas), Netflix (sitema de vídeos on line).

– 2002 – lançamento do Xbox Live: plataforma de jogos on line da Microsoft, que usa a rede de Internet.

– 2003 – lançamento do Skipe: para ligações telefônicas pela rede da Internet.

– 2004 – lançamento de duas redes sociais: Orkut e Facebook.

– 2005 – lançamento do Youtube (sistema de compartilhamento de vídeos pela Internet).

– 2006 – lançamento do Twitter (rede social voltada para a troca de mensagens rapidas).

– 2009 – lançamento do WhatsApp (aplicativo de troca de mensagens, fotos e vídeos por smartphone).

– 2010 – lançamento do Instagram (rede social de compartilhamento de fotos).

– 2011 – lançamento do Snapchat (aplicativo para smartphone de troca de mensagens, através de imagens).

– 2012 – lançamento do Tinder (plataforma voltada para encontrar pessoas que buscam encontros românticos).

Acesso a Internet no Brasil (dados):

– Em 2014, 54,4% da população brasileira (acima de 9 anos) tiveram acesso a Internet (fonte: Pnad 2014 – IBGE).

– Em 2014, 77,9% dos brasileiros (acima de 9 anos) acessaram a Internet através de um aparelho smartphone.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *